O Consumidor Digital

Todos temos a mesma porção diária, não importa quem você seja, as horas são iguais para todos. Antes nós dividíamos as horas entre os nossos afazeres, como:

  • Café da manhã
  • Jornal ou revista
  • Trabalho
  • Lazer
  • Compras
  • Exercícios físicos
  • Estudar
  • Transporte… sua ida e vinda leva tempo também (rs)
  • Dormir

Agora perceba, que além de tudo isso que você faz durante 24 horas (se é que faz tudo isso mesmo) hoje, exatamente agora, você também tem que encontrar tempo para a internet.

E o resultado disso é o tempo sendo dividido entre os afares ou excluir alguns afazeres….
Se isso lhe parece familiar é mera coincidência. (rs)

Vamos fazer uma viagem ao passado…. anos 80.

Talvez você nem lembre, mas nessa época as empresas investiam muito em tentar impactar as pessoas, e um dado interessante é que essas empresas detinham até 90% da comunicação total dessa época, ou seja, praticamente todo o poder de comunicação estava sobre controle de um só setor, as empresas!

Entretanto, o grau de alcance era relativamente pequeno, pois a cada dez ou vinte pessoas em que a empresa transmitiu sua “comunicação”, essas mesas pessoas estavam em círculos sociais pequenos, como em casa, no trabalho ou em uma ‘rodinha de conversa” qualquer. E não passava disso!

Hoje, se inverte esse cenário, pois de 36 anos para cá, os consumidores utilizam cada vez mais canais, e variados canais, para se comunicar até com desconhecidos, sobre qualquer que seja a percepção do produto ou serviço consumido.

E a internet vem protagonizando como o principal e mais forte canal de comunicação de todos os tempos para os consumidores.

Consumidor Digital: Poder ou Perigo?

Um dos maiores medos das lideranças é dar poder ao povo, mas, sabemos que independente disso, o bom uso de qualquer que seja o grau de poder, devemos sim usar.

O poder em questão aqui é a comunicação instantânea do consumidor. Quer um exemplo disso, ok vamos lá!

Se hoje fosse feito uma pesquisa de satisfação sobre qualquer uma das empresas de telefonia móvel, qual seria o resultado?

Essa é fácil né?

O resultado seria o pior possível, pois são poucas pessoas que hoje acham satisfatório os serviços prestados pelas operadoras, e por mais que elas invistam na comunicação com seu píblico que são “a maior rede”, “a melhor conexão”, ou aqueles jargões, “Conectados vivemos meljhor”, “você sem fronteiras” e bla bla bla…….

Quando essa insatisfação e postada um uma rede sociais, além de ser vista pela maioria do amigos, se um ou dois ou mais compartilharem essa informação, a veiculação pode ultrapassar as 100 mil visualizações em horas!

Ou seja,

O consumidor digital tem um grau quase infinito de comunicação, que abrange mais do que uma empresa qualquer.

Entende o seu poder agora? Não é mais um pequeno grupo de dez ou vinte pessoas com que o consumidor se comunica, agora na era digital esse consumidor investe seu tempo para se comunicar através desses canais….

E aqui que entra a estratégia que é iniciada por uma questão:
Eu como empresa, como capto o tempo dos consumidores?

Hoje o consumidor tem o poder da comunicação em suas mãos, e o único jeito de conseguir reverter esse cenário é utilizando o consumidor como seu melhor aliado!

 

O Google diz que se você empresário se concentrar no seu consumidor tudo mais virá!

A Amazon quer ser a empresa mais concentrada no consumidor do mundo!

#pensenisso

 

Imagine-se lendo uma revista, e você está realmente interessado nas matérias e dedica seu tempo a ler elas. Ao folear as páginas você se depara com uma propaganda, o que você faz, passa direto e vai para a próxima página….

A maioria das vezes, não é assim?
Por que, quanto tempo você passa em cada uma das propagandas?

Praticamente ZERO!

Se a intenção da empresa era ganhar o tempo do consumidor, e não está conseguindo, ela também não conseguirá se relacionar de forma adequada para poder sugerir algum produto e vender e assim lucrar. Percebe?

A palavra-chave aqui é relacionamento!

Creio que sua empresa já utilizou a técnica da PROMOÇÃO, onde os preços vêm com um desconto para atrair os consumidores.

O grande erro da grande parte das empresas é achar que o preço é fator determinante para que o consumidor escolha você ao invés de seu concorrente, pois você está errado.

O fator “preço” está relacionado ao fator “valor”, então antes de pensar em abaixar o preço tente identificar se sua empresa está transmitindo valor em seus produtos e serviços, por que valor gera relacionamento e seu público, seus consumidores vão claramente identificar isso na sua empresa e vão optar em comprar de você e não do seu concorrente que até pode estar com os preços mais baixos, mas como seu consumidor já se tornou cliente através do valor que sua empresa gerou, o preço praticado deixa de ser fator determinante…. Simples assim!

Ou seja,

O consumidor não precisa comprar sempre o mais barato, e sim comprar de quem ele confia.

Esse é o segredo para conquistar esse consumidor digital!
Mas não para por ae!

O consumidor é digital mesmo? E como aproveitar isso?

Como nosso negócio aqui é internet vamos a alguns dados que fortalecem que nosso consumidor está cada vez mais digital e também se relacionando mais….

25% dos resultados de busca do Google para as 20 maiores marcas do mundo são conteúdo gerado por consumidores.

30% dos blogueiros postam opiniões sobre produtos e marcas.

Mais de 80% dos jornalistas usam blogs como fontes de informação.

O Youtube é o terceiro site mais acessado no mundo. É o segundo maior sistema de buscadores do mundo. É o primeiro site de compartilhamento de vídeos do mundo. O Youtube tem mais 100 milhões de vídeos e cada dia, 2 milhões de vídeos são assistido por dia.

Nas eleições de 2008 nos EUA John McCain levantou 11 milhões de dólares para a sua campanha utilizando as mídias tradicionais. No mesmo ano, Barack Obama utilizou as redes sociais na internet e levantou 55 milhões de dólares em 29 dias. E venceu as eleições.

A sua empresa tem utilizado a força da internet para divulgar e seus produtos e serviços?

Percebeu agora aonde as pessoas estão usando seu tempo? Entendeu porque as mídias tradicionais estão caindo? E este movimento é IRREVERSÍVEL. 

É para a internet que as pessoas estão indo na hora de compartilhar, se informar, se comunicar, se divertir e COMPRAR.

Você empresário precisa repensar suas estratégias. Mas fique tranquilo que temos um programa especial onde tratamos justamente dessa inicialização das empresas na internet, esse programa se chama DigitalFREE, clique aqui e veja a apresentação mais bônus exclusivos para quem entrar no programa, ele é gratuito.

E lembre-se: INFORMAÇÃO É INSPIRAÇÃO!

Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *